Da Morte à Ressurreição
JCBernardes

Assistimos, nos nossos dias, uma rápida e avassaladora transformação de tudo no nosso entorno. Para o grande público isso é inquietante e assustador, pois acarreta insegurança e desconforto. Mas, para o estudante atento, esses sinais transmitem a grande organização daquilo que está por trás do véu do mundo fenomênico a buscar realização no mundo físico. O Festival da Páscoa, celebrado na Lua de Áries nos remete a esse fato transcendente.

Sabemos que Áries é o primeiro dos festivais maiores, seguido por Wesak em Touro e o Festival do Cristo ou Humanidade em Gêmeos, onde o turbilhão energético dos anteriores deságua e deve ser espraiado.

Áries é o grande potencial iniciador através do qual o 1º Raio da Vontade ou Poder alcança a nossa vida planetária. “É o lugar onde a ideia inicial para estabelecer a atividade toma forma.” Sabemos, também, que em Áries o Cristo inaugurou o seu maior e majestoso projeto para a humanidade, ancorando na consciência humana a energia cósmica do amor, demonstrando essa energia cósmica através de um ato altruísta de sacrifício e serviço. Mostrou que Páscoa não é crucificação e morte, mas a revelação da presença viva da plenitude da alma. Desde então, esse fato, o poder do amor, tem impulsionado e mantido o mundo.

Agora, com o fim da era pisciana, tudo começa a tomar novos rumos, pois a consciência humana, mais iluminada pela qualidade verdadeira do amor, pode abrir as portas de um mundo novo. Mas, para que o novo nasça, tome forma, o velho precisa desaparecer, precisa morrer. É aqui que acontece a cumplicidade da Vontade ou Poder e o lugar onde a ideia inicial toma forma. O Tibetano nos informa que agora “começaremos a compreender o significado da palavra ‘ressurreição’, e a nova era começará a revelar seu profundo propósito e intenção. O primeiro passo será o surgimento da humanidade a partir da morte de sua civilização, de suas antigas ideias e modos de vida, o abandono de seus objetivos materialistas e seu próprio egoísmo, [para acontecer] o seu avanço para a clara luz da ressurreição.” O Cristo nos ensinou o verdadeiro significado da Renúncia ou da Crucificação, mas agora temos de nos preocupar com a Vida da Ressurreição.

Como vimos, “Áries é o lugar onde a ideia inicial para estabelecer a atividade toma forma. É o lugar do nascimento das ideias, e uma verdadeira ideia é, na realidade, um impulso espiritual que toma forma. De lá se origina a resposta da alma ao aspecto mais elevado ou qualidade da divindade, porque é lá que aparece ‘a vontade de encarnar’ ... Áries ‘desperta a vontade de chegar ao mais inferior e ali controlar’, segundo o fraseado de uma antiga afirmação.”

Portanto, um novo mundo está às nossas portas, mas é imperioso que o velho mundo morra para que o Cristo ressurreto brilhe com todo o seu esplendor. Áries é o ponto de partida.

________

JCBernardes
Áries - 2020

Início